Barlavento e Recôncavo Experimental estão entre as atrações do próximo Sarau de Itapuã

BARLAVENTO

Foto: divulgação

Na segunda-feira, 15 de abril, a partir das 18h, os grupos Barlavento e Recôncavo Experimental vão se apresentar às margens da Lagoa do Abaeté, na Casa da Música, espaço cultural administrado pela SecultBA. A entrada é franca.

Idealizado pelo baixista Gustavo Caribé, o Recôncavo Experimental traz na bagagem a tradição do samba de roda com um olhar cosmopolita, eletrificado, fruto das influências do rock and roll, blues, jazz, reggae. O repertório é fruto dessas investigações, um misto de músicas autorais e interpretações de canções compostas por referências como: Gilberto Gil, Jaco Pastorius, Riachão, Bob Marley entre outros.

Já o Grupo Barlavento foi fundado em 2007, e tem como marca maior no seu trabalho a valorização do samba-de-roda do recôncavo baiano trazendo na sua temática o cotidiano dos pescadores e mariscadeiras do recôncavo baiano.

Essa edição do Sarau de Itapuã também vai contar com as intervenções Poéticas de Luar Méndez e as apresentações da cantora Vera Morais e do músico Luis Pandeiro de Prata, percussionista, interprete de ritmos como samba, bolero, tcha tcha tcha, xote, baião e xaxado.

Espaços Culturais da SecultBA – A Secretaria de Cultura do Estado da Bahia mantém 17 espaços culturais geridos pela Diretoria de Espaços Culturais (DEC), e localizados em diversos Territórios de Identidade. Destes, cinco encontram-se em Salvador – Cine Teatro Solar Boa Vista, Espaço Xisto Bahia, Casa da Música de Itapuã, Centro de Cultura de Plataforma e Espaço Cultural Alagados – e 12 nos municípios de Alagoinhas, Feira de Santana, Guanambi, Itabuna, Jequié, Juazeiro, Lauro de Freitas, Mutuípe, Porto Seguro, Santo Amaro, Valença e Vitória da Conquista. Para mais informações, acesse: www.espacosculturais.wordpress.com.

Anúncios

Sarau de Itapuã homenageia dona Francisquinha

sarau_de_itapua_março

Importante símbolo da história do bairro de Itapuã, Dona Francisca Passos, apelidada carinhosamente de Dona Francisquinha, deixou um legado afetivo e cultural para comunidade que é lembrado todos os anos na data que marca seu nascimento. Desde a sua partida, em 2002, moradores e familiares realizam o “Sarau Mantendo a Tradição”, que terá edição especial no Sarau de Itapuã, ação realizada pela Casa da Música, espaço cultural administrado pela SecultBA, nesta segunda-feira (01), reduto onde vivia a matriarca.

A programação incluirá atividades de interação social, sensibilização cultural e participação cooperativa, como forma de mostrar aos moradores de Itapuã a história das diversas manifestações artísticas consagradas que saíram do bairro direto para a cultura popular brasileira.

Além das atividades programadas, artistas e grupos culturais de Itapuã vão ajudar na missão de homenagear Dona Francisquinha, junto com seus amigos e familiares e todo o público, que são convidados a assistir a vídeos que contam sobre a sua caminhada. “’Nos passos da Francisca, todos mantendo a tradição’, é um slogan do Grupo, que convida a todos a seguir os passos de Francisca Passos”.

Espaços Culturais da SecultBA – A Secretaria de Cultura do Estado da Bahia mantém 17 espaços culturais geridos pela Diretoria de Espaços Culturais (DEC), e localizados em diversos Territórios de Identidade. Destes, cinco encontram-se em Salvador – Cine Teatro Solar Boa Vista, Espaço Xisto Bahia, Casa da Música de Itapuã, Centro de Cultura de Plataforma e Espaço Cultural Alagados – e 12 nos municípios de Alagoinhas, Feira de Santana, Guanambi, Itabuna, Jequié, Juazeiro, Lauro de Freitas, Mutuípe, Porto Seguro, Santo Amaro, Valença e Vitória da Conquista. Para mais informações, acesse: www.espacosculturais.wordpress.com.

Serviço

Sarau de Itapuã – Nos Passos da Francisca, todos mantendo a tradição

Apresentação de grupos culturais

Dia e Horário: 01 de Abril, das 18h às 22h.

Quanto: Gratuito

Classificação: Livre

Local: Casa da Música, no bairro de Itapuã

Roda de samba de mulheres é atração do próximo Sarau de Itapuã

filhas do mar 4

O Coletivo Filhas do Mar é a atração da edição do dia 18 de março

Todas as edições do Sarau de Itapuã são muito especiais. O clima, a paisagem e a atmosfera cultural do bairro contribuem para isso. No primeiro Sarau de Itapuã após o Carnaval não seria diferente. Na segunda-feira, 18 de março, a partir das 18h, o Coletivo Filhas do Mar vai fazer uma roda de samba às margens da Lagoa do Abaeté, na Casa da Música, espaço cultural administrado pela SecultBA. O evento é uma homenagem ao mês internacional da mulher. A entrada é franca.

O Coletivo Filhas do Mar surgiu em 2017, após episódios de machismo vivenciados por uma das percussoras do grupo, Amanda Quadros, estudante de História e regente da Escola de Samba Filhos da Feira de São Joaquim. Algumas mulheres do bairro de Itapuã resolveram então se reunir para dialogar, tocar e trocar experiências, com intuito de fortalecer o poder feminino no meio da música, principalmente do samba. A roda tem um cunho político forte de denúncia e reflexão sobre o lugar da mulher nas Rodas de samba; da invisibilidade da mulher e em especial da mulher negra no meio do samba.

Espaços Culturais da SecultBA – A Secretaria de Cultura do Estado da Bahia mantém 17 espaços culturais geridos pela Diretoria de Espaços Culturais (DEC), e localizados em diversos Territórios de Identidade. Destes, cinco encontram-se em Salvador – Cine Teatro Solar Boa Vista, Espaço Xisto Bahia, Casa da Música de Itapuã, Centro de Cultura de Plataforma e Espaço Cultural Alagados – e 12 nos municípios de Alagoinhas, Feira de Santana, Guanambi, Itabuna, Jequié, Juazeiro, Lauro de Freitas, Mutuípe, Porto Seguro, Santo Amaro, Valença e Vitória da Conquista. Para mais informações, acesse: www.espacosculturais.wordpress.com.

SERVIÇO

SARAU DE ITAPUÃ
Dia e Horário: 18 de março – 18 ás 22h
Quanto: gratuito
Classificação: Livre
Local: Sala Multiuso/Casa da Música
Realização: Casa da Música/ Secult – IMA

Sarau de Itapuã recebe a 6a Mostra de Guitarra Baiana

os tres juntos 3

Frevos carnavalescos, choro e rock são atrações gratuitas na Casa da Música

A Casa da Música, espaço cultural administrado pela Secretaria da Cultura do Estado da Bahia (SecultBA), recebe na próxima segunda-feira (18), a partir das 18h, a 6a Mostra de Guitarra Baiana. No palco, os guitarristas Julio Caldas, Márcio de Oliveira e Renatinho do Tapajós apresentam gêneros típicos do instrumento, como os frevos carnavalescos e choro, além de rock e temas autorais que expressam a recente produção, os expoentes e os novos caminhos sonoros da guitarrinha. A Mostra integra a programação do Sarau de Itapuã que, neste mês de fevereiro, chega à edição de número 278. A entrada é gratuita.

A Guitarra Baiana deu origem ao Carnaval da Bahia como é mundialmente conhecido hoje. Até o início dos anos 1980, o instrumento, que é um misto de cavaquinho afinado como bandolim, era considerado a voz do Trio Elétrico, fazendo as melodias e embalando os foliões. Para ressignificar, valorizar e promover o fomento artístico da Guitarra Baiana, o músico Julio Caldas criou, em 2009, a Mostra de Guitarra Baiana. Nas últimas cinco edições já recebeu guitarristas consagrados, como Marcos Stress, Tathi Alves, Ricardo Marques, Eliel Nunes, Lucio Ferraz, Morotó Slim, Mike Caldas, Parah Monteiro, além dos mestres Luiz Caldas e Aroldo Macedo e do carioca Marcos Molleta.

Sobre os músicos – Renatinho do Tapajós é compositor de clássicos, como “Às 25 Em Ponto” e “Levianato”; Julio Caldas é idealizador e diretor musical do projeto; e Márcio de Oliveira vem promovendo a difusão do som da Guitarra Baiana e do Bandolim no interior da Bahia, a partir do Clube de Choro de Santo Antonio de Jesus. Durante o show, estes serão acompanhados por Paulinho Caldas, na bateria e no baixo, Fábio Batanj, que além de músico é luthier da nova geração da guitarra baiana.

Espaços Culturais da SecultBA – A Secretaria de Cultura do Estado da Bahia mantém 17 espaços culturais geridos pela Diretoria de Espaços Culturais (DEC), e localizados em diversos Territórios de Identidade. Destes, cinco encontram-se em Salvador – Cine Teatro Solar Boa Vista, Espaço Xisto Bahia, Casa da Música de Itapuã, Centro de Cultura de Plataforma e Espaço Cultural Alagados – e 12 nos municípios de Alagoinhas, Feira de Santana, Guanambi, Itabuna, Jequié, Juazeiro, Lauro de Freitas, Mutuípe, Porto Seguro, Santo Amaro, Valença e Vitória da Conquista. Para mais informações, acesse: www.espacosculturais.wordpress.com.

Casa da Música oferece oficinas gratuitas para moradores de Itapuã

OfccasadaMusKids

Foto: Mateus Pereira/GOVBA

Localizada no Parque do Abaeté, no bairro de Itapuã, a Casa da Música fomenta a produção cultural e o acesso gratuito à arte a partir de aulas de música, exposições, saraus e bate-papos. Nesta segunda-feira (4), a Casa iniciou a oficina de violão e o projeto Bahia Canta Paz, atividades de iniciação musical indicadas para pessoas de todas as idades.

“Qualquer pessoa que quiser aprender o instrumento pode nos procurar. O lema desses cursos é ‘vou aprender para ensinar os meus camaradas’, porque parte da ideia de que podemos e devemos compartilhar nossos conhecimentos. Esse é um projeto voluntário, em que os participantes mais antigos vão ensinando os alunos que acabaram de chegar e levam o conhecimento adiante”, explica o coordenador das oficinas, o músico e escritor Fábio Shiva.

Segundo o coordenador da Casa da Música, Amadeu Alves, o principal objetivo do espaço é servir à comunidade. “A Casa foi criada para abrigar acervos de literatura, audiovisual, instrumentos musicais e objetos que retratem e ajudam a contar um pouco da história da música baiana, mas hoje também serve de abrigo para projetos sociais que nos ajudam a aproximar a comunidade de Itapuã desse ambiente. São projetos de inclusão social e cultural que possibilitam que todos tenham acesso à arte e ao desenvolvimento que ela traz para a vida”, afirma.

OficinasCasa MusIII

Foto: Mateus Pereira/GOVBA

O aposentado Celso Nascimento participa dos projetos há um ano. Para ele, a Casa da Música “é um ambiente que nos dá esse contato com a arte. Aqui temos crianças, jovens, adultos e idosos, e todo mundo está aprendendo junto e compartilhando. Para os mais jovens, é uma chance de não ficar na rua e procurar melhores influências. Para os mais velhos, é uma distração e uma ocupação. Todos ganham”.

A Casa da Música é um dos 17 espaços administrados pela Secretaria de Cultura do Estado (Secult), por meio da Diretoria de Espaços Culturais (DEC). No espaço também é realizado há mais de 11 anos, quinzenalmente, o ‘Sarau de Itapuã’, que promove atrações musicais, poéticas, entre outras expressões artísticas, em parceria com a Independência Musical Associada (IMA).

Escola de Samba Unidos de Itapuã é uma das atrações de Sarau na Casa da Música

sarau_de_itapua_04_fev_19_01

O evento que vai acontecer hoje também vai receber o músico Natanael Almeida e vai reunir cinema, vídeo clipe, poesia e teatro

 

Mais uma edição do Sarau de Itapuã, evento realizado quinzenalmente pela Casa da Música, um dos 17 equipamentos culturais administrados pela SecultBA através da DEC, vai acontecer nesta segunda-feira (4), das 18 às 22h. O samba será o protagonista do evento, que junta moradores da comunidade desde 2007.

Entre as atrações desta edição, a Escola de Samba Unidos de Itapuã traz um som que perpassa por diversos ritmos africanos, demonstrando a experiência que já rendeu participações no Carnaval do Pelourinho e em shows de artistas como Mariene de Castro.

A segunda atração da noite é o músico Natanael Almeida, que apresenta o show “O Samba Enredo e sua história”. Ele nasceu em Salvador e foi para o Rio de Janeiro com 3 anos de idade, crescendo dentro do universo cultural carioca, tornou-se amante do samba enredo, tendo a cultura das Escolas de Samba como referência na sua vida. Hoje, de volta à capital baiana, ele tem se encontrado com a cultura do estado de uma forma intensa e vem ao sarau compartilhar o conhecimento adquirido na sua vivencia.

Outro músico a se apresentar vai ser o veterano Guiga de Ogum, que também tem forte ligação com o samba e fez sua primeira gravação fonográfica em 1975. A atração teatral da noite vai ser a montagem “Negra Grita Liberdade”. Dirigida por Alexandre Frada, a performance conta com as atrizes Catharine Vitória e Gabriela Gomes.

Também tem cinema e videoclipe no Sarau de Itapuã. A diretora Conceição Ferreira vai exibir o documentário “Carnaval de luxo e desilusão”, que versa sobre a apresentação das escolas de samba no Carnaval de Salvador entre os anos 1950 e 1960. Já a cantora soteropolitana Isabela Almeida vai lançar o clipe “Tão pequeno”.

O Sarau de Itapuã é um evento que ocorre há mais de 11 anos, quinzenalmente, na Casa da Música, em parceria com a IMA (Independência Musical Associada), trazendo para a comunidade e visitantes diversas atrações musicais, poéticas, entre outras expressões artísticas. O público reúne crianças, jovens e adultos de todas as idades.

Espaços Culturais da SecultBA – A Secretaria de Cultura do Estado da Bahia mantém 17 espaços culturais geridos pela Diretoria de Espaços Culturais (DEC), e localizados em diversos Territórios de Identidade. Destes, cinco encontram-se em Salvador – Cine Teatro Solar Boa Vista, Espaço Xisto Bahia, Casa da Música de Itapuã, Centro de Cultura de Plataforma e Espaço Cultural Alagados – e 12 nos municípios de Alagoinhas, Feira de Santana, Guanambi, Itabuna, Jequié, Juazeiro, Lauro de Freitas, Mutuípe, Porto Seguro, Santo Amaro, Valença e Vitória da Conquista. Para mais informações, acesse: http://www.espacosculturais.wordpress.com.

Serviço

Sarau de Itapuã
Onde: Casa da Música
Quando: 04 de fevereiro, entre 18 e 22h
Quanto: Gratuito

Casa da Música recebe a Exposição Ancestralidade e Novas Narrativas

4.JPG

Obras de graffite produzidas por jovens compõem o acervo que será exibido ao público | Foto: divulgação

Em sua terceira etapa, a Exposição Ancestralidade e Novas Narrativas será aberta ao público neste final de semana na Casa da Música, um dos 17 espaços culturais administrados pela Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA). As peças estarão disponíveis para visitação na sexta (14), das 10h às 17h e no sábado (15), das 13h às 19h, encerrando com um sarau que será realizado pelos jovens participantes do Projeto. A entrada é gratuita e a classificação é livre. Continuar lendo

Histórias, cantigas e ancestralidade popular na Casa da Música

teatrp grio.jpg

Evento do grupo Teatro Griô acontece dia 15 de dezembro, às 17h | Foto: reprodução Facebook

A Casa da Música, um dos 17 equipamentos culturais administrados pela Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA) recebe no próximo sábado (15), às 17h, a Noite Griô. Este será um encontro para escutar histórias e cantigas de tradições orais populares brasileiras. Ação criada pelo grupo Teatro Griô, aberta a todos que queiram vivenciar o encantamento proporcionado pelos narradores de histórias, também conhecidos como Gente das Maravilhas. A entrada para o evento é gratuita e a classificação é livre. Continuar lendo

Sarau de Itapuã fecha com chave de ouro a temporada 2018

sarau regi.jpg

O Sarau de Itapuã, evento realizado quinzenalmente pela Casa da Música, um dos 17 equipamentos culturais administrados pela SecultBA, finalizou suas atividades em 2018 nesta segunda-feira (10), com a presença de diversos artistas e atividades variadas para homenagear o cantor, compositor e personalidade do território, Mestre Reginaldo. Além dos shows, aconteceu também a abertura da exposição Mulheres do Mar, que fica no espaço até 7 de janeiro de 2019. Continuar lendo

Sarau de Itapuã homenageia Mestre Reginaldo e inaugura exposição sobre marisqueiras da Bahia

mestre reginaldo.jpegSegunda-feira, todos já sabem: é dia de Sarau de Itapuã na Casa da Música! O espaço, que é um dos 17 equipamentos culturais administrados pela Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA), recebe mais uma edição do evento, que homenageia uma das muitas personalidades eminentes do território: Mestre Reginaldo. Artistas como Juliana Ribeiro, As Ganhadeiras de Itapuã, Trio Ao Vento, grupo Botequim e grupo Barlavento participarão da festa. O Sarau da próxima segunda-feira (10), mostra também o resultado da oficina de Soundpainting. Continuar lendo